Articles

Hilchot Purim

Ano bissexto
 
Adar 1 e Adar 2, existem no ano bissexto. Durante cada ciclo de 19 anos, desde a criação do mundo, existem sete anos bissextos, de acordo com a ordem: 3,6,8,11,14,17,19. Estes anos são anos bissextos.
 
Este ano de 5779 (2018-2019), é o terceiro ano do ciclo de 19 anos. Bar Mitzvah comemorado neste ano no mês de Adar 2, pois a treze anos atrás em 5766 (2006), não foi ano bissexto. Aqueles que nasceram nos dois meses de Adar deste ano, comemoraram Bar Mitzvah no ano 5792 (2032), todos em um Mês só, pois tal ano será ano comum. O que pode acontecer, é que o nascido no dia 29 do mês de Adar 1, comemora seu Bar Mitzvah quase um mês depois do nascido  no dia 1 do mês de Adar 2.
 
Data de falecimento
O falecido no mês de Adar, a data de falecimento nos próximos anos será da seguinte forma: 1- em ano bissexto, será na mesma data e mês de falecimento, caso haja falecido em ano bissexto. 2- faleceu em ano comum, e está no ano bissexto, ashkenazim – em Adar 1. Sefaradim – em Andar 2, exceto no primeiro ano após o falecimento, que é feito no Adar 1.
 
Rosh Chodesh Adar 2
 
Na quinta-feira e sexta-feira, véspera de Shabat parashat Pekudei. Segundo o testamento de Rabi Yehudá Hachassid, não se cortam as unhas e não se faz a barba em Rosh Chodesh, mesmo quando este cai na véspera de Shabat. Portanto é preferível antecipar tais preparativos para a quarta-feira, véspera de Rosh Chodesh. Segundo o Rabi Ben Tzion Aba Shaul, os que seguem o costume sefaradi, não seguem o testamento de Rabi Yehudá Hachassid (em relação ao corte de unhas em Rosh Chodesh).
 
Obrigação das mulheres se lembrarem de Amalek
 
As mulheres, caso possam, devem ir a sinagoga no Shabat anterior a Purim (Shabat Parashat Zachor), para escutar a leitura que nos obriga a lembrar do feito pelo povo de Amalek. Nos lugares que é feita uma leitura especial para mulheres, deve ser retirado o Sefer Torá somente na presença de dez homens, sem que recitem as devidas Brachot sobre a leitura da Torá.
 
Ta'anit Esther
 
Quarta-feira 13 de Adar 2 (20-3-19). Quando a pessoa vai dormir, ela recebe sobre si o jejum, a não ser que condicionou que se levantaria para beber e comer antes do início do jejum. Segundo o costume ashkenazi, caso a pessoa esteja acostumada a beber durante a noite, não necessita de pronunciar esta condição. Segundo o Shulchan Aruch, é permitido iniciar comer pão até meia-hora antes do jejum, e durante a meia hora, é permitido comer não mais do que 56g de pão.
 
 
 
 
Os obrigados e os isentos a jejuar
 
Homens e mulheres saudáveis, estão obrigados a jejuar. Doentes, fracos e aqueles que os médicos dizem que o jejum pode prejudicar sua saúde, estão isentos. Parturiente, amamentadora (mesmo que jão não amamenta mais contanto que esteja dentro dos 24 meses após o nascimento), e a que perdeu seu neném antes do nascimento, estão isentas de jejuar. Recém casados (na semana de sheva brachot), crianças que ainda não atingiram a idade de mitsvót (13 anos para meninos e 12 nos para meninas), estão isentos de jejuar.
 
Anenu
 
A pessoa que jejua, recita Anenu na Tefilat Shmone Essrê: Sefaradim– em shacharit e minchá. Ashkenazim– somente em minchá.
 
Consta no livro Kav Yashar: a pessoa que deseja que sua tefilá seja ouvida em qualquer assunto que seja, que pegue um tempo para si no dia de Taanit Esther e leia o tehilim 22. Depois diga o pedido que deseja com bastante kavaná, e que lembre que neste dia, Mordechai e Esther rezaram pela salvação do povo e seus pedidos foram aceitos.
 
Zecher Lemachatsit Hashekel
 
O costume é de doar zecher le machatsit hashekel, antes da leitura da meguilá. Na época do Beit Hamikdash, esta quantia era doada para comprar os sacrifícios públicos, e também era dado para que sirva como uma proteção para a alma. O costume é de doar sobre mulheres, crianças pequenas e até sobre os fetos. O costume é de dar este dinheiro para aqueles que estudam Torá ou para as devidas instituições.
 
Quanto doar?
 
Ashkenazim– três moedas da metade da moeda usada em cada país. Em Israel, três moedas de 0.5 shekels, no Brasil, três moedas de 0.5 real.
 
Sefaradim– valor original desta moeda na época do Beit Hamikdash, que segundo o valor da prata hoje em dia, é equivalente a 34 shekalim. Caso não tenha possibilidade de doar o valor citado, ´pode doar o valor de três moedas de 0.5 shekel, que é o valor mais básico segundo a halachá.
 
A noite de Purim 5779
 
No mundo inteiro, quarta-feira 14 de adar a noite (20-3-19). Em Yerushalaim e nas cidades cercadas por muralhas desde a época de Yehoshua Bin Nun, no dia seguinte, quinta-feira à noite  15 de Adar (21-3-19).
 
Deve-se vestir roupas de Shabat.
 
Recita-se Al Hanissim, em Shacharit, Minchá e Arvit e em Bircat Hamazon. A pessoa que esqueceu de recitar Al Hanissim na Tefilá, caso lembrou antes de iniciar a berachá posterior, recita o Al Hanissim. Caso não, não necessita voltar. Neste caso, pode recitar no Elokai Nitsor.
 
 
Leitura da Meguilá
 
É obrigatório escutar a leitura da Meguilá de noite e de dia. Aquele que não escutou a meguilá à noite, não tem como repor esta leitura.  A pessoa que poderá escutar a meguilá somente de noite ou de dia,é preferível que escute-a de dia. Caso seja duvidosa a possibilidade de escutar de dia, que escute à noite, pois é certeza que poderá escutar.
 
Ouvir a leitura da meguilá pelo rádio ou telefone, mesmo sendo ao vivo, a pessoa não cumpriu sua obrigação. Mulheres estão obrigadas a escutar a leitura da meguilá, mesmo sendo uma mitsvá limitada pelo tempo, pois elas participaram ativamente deste milagre. Caso ela não tenha de quem escutar, pode ler para si mesma ou para tirar sua amiga da obrigação, mas não deve fazer leitura para um  grupo de mulheres.
 
Crianças
 
É um bom costume trazer a sinagoga, crianças pequenas a partir dos seis anos, para que ouçam a leitura da meguilá. Caso tais crianças façam muito barulho e atrapalhem aos outros de escutar a leitura da meguilá, é melhor que fiquem em casa. Caso a pessoa haja perdida uma única palavra da meguilá, não cumpriu com sua obrigação. É aconselhável estar acompanhando a leitura da meguilá´com meguilá não casher, para que caso haja perdido alguma palavra saiba de onde prosseguir. A pessoa que leu até a metade da meguilá de cor (ou seja, sem ler diretamente da meguilá), cumpriu com sua obrigação.
 
Cada pessoa deve dizer após a leitura da meguilá, “arur haman..” “vegam charvona…”
 
Habitante da cidade cercada por muralha que foi para cidade não cercada e vice-versa
 
Atenção! O lugar de estar nos dias de Purim deve ser planejado com antecedência. “O fim de um ato, depende do pensamento no princípio.
 
Princípios principais
 
Segundo a Mishná Berurá, no lugar que a pessoa está na alvorada do dia de Purim, é o lugar que a pessoa deve cumprir as mitsvot de Purim neste dia. Portanto, aqueles que desejam cumprir o dia de Purim no dia 14 de Adar 2, 21-3-19, devem estar nas devidas cidades às (04:31- israel), para estar obrigado neste dia. Àqueles que desejam cumprir o dia de Purim no dia 15 de Adar 2, 22-03-19, devem esta nas devidas cidades às (04:29- Jerusalém).
 
Dia de Purim
 
Mishloach Manot
 
Segundo o Shulchan Aruch, a pessoa deve mandar a seu amigo duas porções de carne ou de outros alimentos.
 
Conteúdo do Mishloach Manot
 
Dois tipos de alimentos, mesmo da mesma berachá, ou comida e bebida, e até duas bebidas.
 
O que for dado de Mishloach Manot, deve estar pronto para consumo imediato.
 
O que oferece Mishloach Manot, deve oferecer com cashrut adequada àquele que está recebendo, que não lhe dê de uma cashrut que não está acostumado a consumir.
 
O mais adequado é não esperar que receba Mishloach para depois mandar aos outros, e sim que mande primeiro aos outros, sem esperar receber primeiro dos outros.
 
A pessoa que oferece Mishloach Manot e a pessoa que recebe
 
Homens e mulheres a partir dos 6-7 anos de idade, estão obrigados a dar Mishloach Manot
 
O Mishloach deve ser dado àquele que está comemorando Purim. Portanto, a pessoa que comemora no dia 14 de Adar 2 (21-3-19) não cumpre sua obrigação dando àquele que comemora no dia 15 Adar 2 (22-3-19).
 
O bêbado, não cumpriu sua mitsvá em todo momento que está neste estado.
 
Caso deve dinheiro a alguém, deve enviar Mishloach Manot somente caso todos os anos lhe envia Mishloach, sem vínculo à dívida.
 
Enlutado (mesmo quando está sentado de Shivá):
 
Mishloach Manot
 
Sefaradim- segundo o Shulchan Aruch, deve dar um Mishloach só, e bem simples. Ashkenazim– segundo o Remá, não deve dar e receber Mishloach. Casa o enlutado haja recebido, não necessita recusar.
 
Seudat Purim
 
É proibido participar de uma seudá de Purim fora de sua casa. É permitido ser leniente, caso esteja de visita na casa dos filhos.
 
A maneira de envio e sua forma
 
A quem costuma de enviar o Mishloach através de emissário, porém caso envie pessoalmente, cumpriu também sua obrigação
 
Segundo a opinião do Ben Ish Chai, Mishloach totalmente embrulhado, é considerado como uma porção só. Portanto, a pessoa deve abrir um pouco por cima.
 
A pessoa que envia um Mishloach em um recipiente não passado no mikvê, deve avisar ao receptor.
 
 
 
 
Presentes para os pobres
 
Deve ser dado dois presentes para dois pobres distintos, mesmo sendo estes marido e mulher, caso deu a cada um deles separadamente, cumpriu sua obrigação.
 
A quantia a ser dada segundo a maioria dos posskim, é de 10 shekels, mesmo que dando uma prutá (5.8 agorot), já cumpriu sua obrigação. Segundo o Rav Eliashiv Zts”l, deve ser dado 50 shekels para cada um, para que possa comprar o mínimo do mínimo para a refeição de purim.
 
Escreve o Rambam: é preferível dar mais presente aos pobres, do que investir em Mishloach Manot e na refeição de Purim. Pois a alegria é maior perante a D'us, quando causa alegria e felicidade aos pobres, órfãos e viúvas.
 
Refeição Purim
 
Devem ser oferecidas comidas saborosas e especiais.
 
A pessoa que esqueceu Al Hanissim no Bircat Hamazon, não necessita voltar.
 
Quando fazer a refeição
 
Neste ano que Prim em Jerusalém é na sexta-feira, véspera de Shabat, a seudá deve ser iniciada, a princípio, até chatsot (11:46). Porém caso não haja conseguido, pode iniciar até  o horário que já não se pode fazer uma refeição fixa na véspera de Shabat (14:19).
 
 

Tags

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Related Articles

Back to top button
Close
Close